EDUARDO FELDBERG

          Um cara cristão...

Profecias Cumpridas em Cristo

Por Eduardo Feldberg - Setembro/2006

 

[Este texto foi originalmente escrito como um trabalho solicitado no Seminário Teológico que cursei, porém, aqui, exclui algumas informações, bem como partes do trabalho como índice, bibliografia e capítulos, deixando apenas o texto principal]

 

 

A Bíblia foi escrita há muitos anos, por grandes homens inspirados por Deus. O intuito de Deus era o de publicar Sua vontade, Seus preceitos e planos para o homem, e estes planos não se limitavam à época em que foram escritos, mas eram inclusivos para toda a humanidade, demonstrando assim a atemporalidade do Senhor. Para revelar fatos que ainda viriam a acontecer, Deus usou homens como profetas que, cheios do Espírito Santo, predisseram fatos relacionados à história dos povos, futuro de nações, surgimento de pessoas e situações, etc.

 

Ao contrário de algumas profecias encontradas em outros livros religiosos, as profecias bíblicas são extremamente detalhadas, e nunca falharam em se realizar, e neste estudo, discorrerei sobre as profecias relacionadas ao nascimento, ministério, morte e ressurreição de Jesus Cristo. Vaticínios veterotestamentários e seus cumprimentos neotestamentários. Como se pode perceber, a maior parte dos textos do AT, por mais implícitos que sejam, sempre é direta ou indiretamente direcionada e relacionada à pessoa de Jesus Cristo.

 

Segundo estudos, há mais de trezentas profecias relacionadas a Jesus no Antigo Testamento, e os profetas não previram apenas onde Ele nasceria, ou de qual família viria, mas também como Ele iria morrer e como ressuscitaria ao terceiro dia. Analisaremos alguns trechos proféticos e suas respectivas execuções.

 

 

 

NASCIMENTO

 

 

Abaixo, veremos duas profecias relacionadas ao NASCIMENTO do Messias, preditas em livros do Antigo Testamento:

 

PROFECIA 1

 

Tema: Nasceria em Belém

Predição: Miquéias 5:2

 

"E tu, Belém Efrata, pequena demais para figurar como grupo de milhares de Judá, de ti me sairá o que há de reinar em Israel, e cujas origens são desde os tempos antigos, desde os dias da eternidade."

 

Cumprimento: Mateus 2:1

 

"Tendo, pois, nascido Jesus em Belém da Judéia, no tempo do rei Herodes, eis que vieram do oriente a Jerusalém uns magos que perguntavam:”

 

Comentário pessoal:

 

Miquéias foi um profeta oriundo da cidade de Morisete-Gate, ao sul de Judá. Profetizou em algum período entre 750 e 680 a.C. Dentre diversas profecias relacionadas à Judá, queda e ascensão de reis, Miquéias foi usado por Deus para predizer o Reino vindouro, bem como o Rei vindouro, Jesus Cristo. Neste versículo ele profetiza com exatidão o local do nascimento do Rei dos Reis – Belém. Efrata é o nome da região em que Belém se localizava. Belém era uma pequena aldeia a uns 8 km da cidade de Jerusalém, chamada de Belém da Judéia para salientar a linhagem dos reis davídicos (de Judá).

 

 

PROFECIA 2

 

Tema: Nasceria de uma Virgem

Predição: Isaías 7:14

 

"Portanto o Senhor mesmo vos dará um sinal: Eis que a virgem conceberá, e dará a luz um filho, e lhe chamará Emanuel."

 

Cumprimento 1: Mateus 1:18

 

“Ora, o nascimento de Jesus Cristo foi assim: Estando Maria, sua mãe, desposada com José, antes de se ajuntarem, ela se achou ter concebido do Espírito Santo.”

 

Cumprimento 2: Mateus 1:25

 

“E não a conheceu enquanto ela não deu à luz um filho; e pôs-lhe o nome de Jesus.”

 

Comentário pessoal:

 

Isaías é considerado por muitos o “maior profeta escritor” dos arrolados na Palavra de Deus. Filho de Amóz, foi usado por Deus como profeta durante o século VII a.C. Dentre as muitas profecias que retrataram Jesus Cristo, escolhi a desse versículo, que prediz o nascimento sobrenatural de Jesus, bem como seu simbólico nome. Maria viria a conceber sob condições inexplicáveis e seu filho – Jesus Cristo seria chamado de Emanuel, que quer dizer “Deus Conosco”.

 

 

 

MINISTÉRIO

 

 

Abaixo, veremos duas profecias relacionadas ao MINISTÉRIO de Jesus, preditas em livros do Antigo Testamento:

 

 

PROFECIA 1

 

Tema: Seria rejeitado pelo Seu próprio povo

Predição: Isaías 53:3

 

"Era desprezado, e o mais rejeitado entre os homens; homem de dores e que sabe o que é padecer; e como um de quem os homens escondem o rosto, era desprezado, e dele não fizemos caso.”

 

Cumprimento 1: João 7:5

 

“Pois nem seus irmãos criam nele.”

 

Cumprimento 2: João 7:48

 

"Porventura creu nele alguém dentre as autoridades, ou algum dos fariseus?"

 

Comentário Pessoal:

 

Outra palavra predita pelo profeta Isaías. Desta vez ele prenunciou o “aparente fracasso” do ministério de Cristo. “Aparente”, pois sabemos que, na verdade, Sua missão foi cumprida cabal e triunfalmente. Jesus realmente foi desprezado, humilhado, desdenhado pelos homens que O cercavam. A Bíblia nos mostra que nem mesmo seus familiares criam nele, mas ainda assim, Deus dá uma chance àqueles que O negam, e os perdidos podem se achegar a Ele enquanto Ele está perto.

 

 

PROFECIA 2

 

Tema: Atributos ministeriais de Jesus

Predição: Isaías 61: 1-3

 

“O Espírito do Senhor Deus está sobre mim, porque o Senhor me ungiu para pregar boas-novas aos mansos; enviou-me a restaurar os contritos de coração, a proclamar liberdade aos cativos, e a abertura de prisão aos presos; a apregoar o ano aceitável do Senhor e o dia da vingança do nosso Deus; a consolar todos os tristes; a ordenar acerca dos que choram em Sião que se lhes dê uma grinalda em vez de cinzas, óleo de gozo em vez de pranto, vestidos de louvor em vez de espírito angustiado; a fim de que se chamem árvores de justiça, plantação do Senhor, para que ele seja glorificado.”

 

Cumprimento 1: Mateus 11:28

 

“Vinde a mim, todos os que estai cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei.”

 

Cumprimento 2: Lucas 4:17-21

 

“Foi-lhe entregue o livro do profeta Isaías; e abrindo-o, achou o lugar em que estava escrito: O Espírito do Senhor está sobre mim, porquanto me ungiu para anunciar boas novas aos pobres; enviou-me para proclamar libertação aos cativos, e restauração da vista aos cegos, para pôr em liberdade os oprimidos, e para proclamar o ano aceitável do Senhor. E fechando o livro, devolveu-o ao assistente e sentou-se; e os olhos de todos na sinagoga estavam fitos nele. Então começou a dizer-lhes: Hoje se cumpriu esta escritura aos vossos ouvidos.”

 

Comentário Pessoal:

 

Nesta profecia de Isaías, são retratadas características ministeriais de Cristo. Todas, por sinal, foram cumpridas pelo Mestre. Ele foi “cheio do Espírito Santo”, “pregou o evangelho”, “restaurou corações”, “libertou vidas aprisionadas”, etc.

 

 

 

MORTE

 

 

Abaixo, veremos duas profecias relacionadas à MORTE de Jesus Cristo, preditas em livros do Antigo Testamento:

 

 

PROFECIA 1

 

Tema: Crucificação

Predição: Salmo 22 (Diversos versículos, conforme relação abaixo.)

 

Predição 1: Salmo 22:1

 

“Deus meu, Deus meu, por que me desamparaste? por que estás afastado de me auxiliar, e das palavras do meu bramido?”

 

Cumprimento 1: Mateus 27:46

 

“Cerca da hora nona, bradou Jesus em alta voz, dizendo: Eli, Eli, lamá sabactani; isto é, Deus meu, Deus meu, por que me desamparaste?”

 

Predição 2: Salmo 22:7

 

“Todos os que me vêem zombam de mim, arreganham os beiços e meneiam a cabeça, dizendo:

 

Cumprimento 2: Marcos 15:29

 

“E os que iam passando blasfemavam dele, meneando a cabeça e dizendo: Ah! tu que destróis o santuário e em três dias o reedificas.”

 

Predição 3: Salmo 22:8

 

"Confiou no Senhor; que ele o livre; que ele o salve, pois que nele tem prazer.”

 

Cumprimento 3: Mateus 27:43

 

“Confiou em Deus, livre-o ele agora, se lhe quer bem; porque disse: Sou Filho de Deus.”

 

Predição 4: Salmo 22:15

 

“A minha força secou-se como um caco e a língua se me pega ao paladar; tu me puseste no pó da morte.”

 

Cumprimento 4: João 19:28

 

“Depois, sabendo Jesus que todas as coisas já estavam consumadas, para que se cumprisse a Escritura, disse: Tenho sede.”

 

Predição 5: Salmo 22:16

 

“Pois cães me rodeiam; um ajuntamento de malfeitores me cerca; transpassaram-me as mãos e os pés.”

 

Cumprimento 5.1: Lucas 23:33

 

"Quando chegaram ao lugar chamado Calvário, ali o crucificaram, bem como aos malfeitores, um à direita, outro à esquerda."

 

Cumprimento 5.2: João 19:18

 

“Onde o crucificaram, e com ele outros dois, um de cada lado, e Jesus no meio.”

 

Predição 6: Salmo 22:17

 

“Posso contar todos os meus ossos. Eles me olham e ficam a mirar-me.”

 

Cumprimento 6: João 19:33

 

“Mas vindo a Jesus, e vendo que já estava morto, não lhe quebraram as pernas;”

 

Predição 7: Salmo 22:18

 

“Repartem entre si as minhas vestes, e sobre a minha túnica lançam sortes.”

 

Cumprimento 7: João 19:23, 24

 

“Tendo, pois, os soldados crucificado a Jesus, tomaram as suas vestes, e fizeram delas quatro partes, para cada soldado uma parte. Tomaram também a túnica; ora a túnica não tinha costura, sendo toda tecida de alto a baixo. Pelo que disseram uns aos outros: Não a rasguemos, mas lancemos sortes sobre ela, para ver de quem será (para que se cumprisse a escritura que diz: Repartiram entre si as minhas vestes, e lançaram sortes). E, de fato, os soldados assim fizeram.”

 

Predição 8: Salmo 22:22

 

“Então anunciarei o teu nome aos meus irmãos; louvar-te-ei no meio da congregação.”

 

Cumprimento 8: Hebreus 2:12

 

“Dizendo: Anunciarei o teu nome a meus irmãos, cantar-te-ei louvores no meio da congregação.”

 

Comentário Pessoal:

 

Este salmo davídico revela diversas situações que viriam a ser vivenciadas por Jesus. Relatos futuros da Paixão de Cristo e de Sua crucificação são consolidados de forma precisa, tendo sido preditos muitos séculos antes de Sua vinda.

 

 

PROFECIA 2

 

Tema: Sofrimento e morte

Predição: Isaías 53 (Diversos versículos, conforme relação abaixo.)

 

Predição 1: Isaías 53:3 

 

“Era desprezado, e rejeitado dos homens; homem de dores, e experimentado nos sofrimentos; e, como um de quem os homens escondiam o rosto, era desprezado, e não fizemos dele caso algum.”

 

Cumprimento 1: João 1:10, 11

 

“Estava ele no mundo, e o mundo foi feito por intermédio dele, e o mundo não o conheceu. Veio para o que era seu, e os seus não o receberam.”              
 

Predição 2: Isaías 53:4

 

“Verdadeiramente ele tomou sobre si as nossas enfermidades, e carregou com as nossas dores; e nós o reputávamos por aflito, ferido de Deus, e oprimido.”

 

Cumprimento 2: Mateus 8.17

 

“Para que se cumprisse o que fora dito pelo profeta Isaías: Ele tomou sobre si as nossas enfermidades, e levou as nossas doenças.”

 

Predição 3: Isaías 53:7

 

“Ele foi oprimido e afligido, mas não abriu a boca; como um cordeiro que é levado ao matadouro, e como a ovelha que é muda perante os seus tosquiadores, assim ele não abriu a boca.”        
 

Cumprimento 3: João 1:29, 36

 

“No dia seguinte João viu a Jesus, que vinha para ele, e disse: Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo... e, olhando para Jesus, que passava, disse: Eis o Cordeiro de Deus!”          
 

Predição 4: Isaías 53:9

 

“E deram-lhe a sepultura com os ímpios, e com o rico na sua morte, embora nunca tivesse cometido injustiça, nem houvesse engano na sua boca.”             
 

Cumprimento 4.1: Hebreus 4:15

 

“Porque não temos um sumo sacerdote que não possa compadecer-se das nossas fraquezas; porém um que, como nós, em tudo foi tentado, mas sem pecado.”

 

Cumprimento 4.2: Mateus 27:59, 60

 

“E José, tomando o corpo, envolveu-o num pano limpo, de linho, e depositou-o no seu sepulcro novo, que havia aberto em rocha; e, rodando uma grande pedra para a porta do sepulcro, retirou-se.”

 

Predição 5: Isaías 53:12

 

“Pelo que lhe darei o seu quinhão com os grandes, e com os poderosos repartirá ele o despojo; porquanto derramou a sua alma até a morte, e foi contado com os transgressores; mas ele levou sobre si o pecado de muitos, e pelos transgressores intercedeu.”

 

Cumprimento 5.1: Mateus 27:38

 

“Então foram crucificados com ele dois salteadores, um à direita, e outro à esquerda.”

 

Cumprimento 5.2: Lucas 23:43

 

“Respondeu-lhe Jesus: Em verdade te digo que hoje estarás comigo no paraíso.”

 

Comentário Pessoal:

 

Um dos capítulos mais conhecidos pelos cristãos e um dos que mais se “toma posse”, devido à segurança demonstrada em nossa redenção, libertação e cura provenientes do sofrimento e morte de Cristo. Relatam o desprezo, o sofrimento, as angustias e a morte de Jesus cerca de 7 séculos antes de sua concretização.

 

 

 

RESSURREIÇÃO

 

 

Agora veremos duas profecias relacionadas à RESSURREIÇÃO de Cristo, preditas em livros do Antigo Testamento:

 

 

PROFECIA 1

 

Tema: Ressurreição

Predição: Salmos 16:9-11

 

“Porquanto está alegre o meu coração e se regozija a minha alma; também a minha carne habitará em segurança. Pois não deixarás a minha alma no sepulcro, nem permitirás que o teu Santo sofra decomposição. Tu me farás conhecer a vereda da vida; na tua presença há plenitude de alegria; à tua mão direita há delícias perpetuamente.”

 

Cumprimento: Atos 2:25-32

 

“Porque dele fala Davi: - Sempre via diante de mim o Senhor, porque está à minha direita, para que eu não seja abalado; por isso se alegrou o meu coração, e a minha língua exultou; e, além disso, a minha carne há de repousar em esperança; pois não deixarás a minha alma no sepulcro, nem permitirás que o teu Santo sofra decomposição; fizeste-me conhecer os caminhos da vida; encher-me-ás de alegria na tua presença. Irmãos, seja-me permitido dizer-vos livremente acerca do patriarca Davi, que ele morreu e foi sepultado, e entre nós está até hoje a sua sepultura. Sendo, pois, ele profeta, e sabendo que Deus lhe havia prometido com juramento que faria sentar sobre o seu trono um dos seus descendentes, prevendo isto, Davi falou da ressurreição de Cristo, que a sua alma não foi deixada no sepulcro, nem a sua carne sofreu a decomposição. Ora, a este Jesus, Deus ressuscitou, do que todos nós somos testemunhas.”

 

Comentário Pessoal:

 

Nesta oração, Davi prediz a ressurreição de Cristo, afirmando que Seu corpo não sofreria decomposição nem seria abandonado no sepulcro. De fato, o corpo de Cristo não ficou jogado numa cova, mas ressuscitou ao terceiro dia, evitando assim o processo de putrificarão e decomposição.

 

 

PROFECIA 2

 

Tema: Ascensão de Cristo

Predição: Salmo 68:18

 

“Tu subiste ao alto, levando os teus cativos; recebeste dons dentre os homens, e até dentre os rebeldes, para que o Senhor Deus habitasse entre eles.”

 

Cumprimento 1: Atos 1:9

 

“Tendo ele dito estas coisas, foi levado para cima, enquanto eles olhavam, e uma nuvem o recebeu, ocultando-o a seus olhos.”

 

Cumprimento 2: Efésios 4:8

 

“Por isso foi dito: Subindo ao alto, levou cativo o cativeiro, e deu dons aos homens.”

 

Comentário Pessoal:

 

Este verso do Salmo 68 nos relata a ascensão de Cristo às alturas, dias após Sua ressurreição. É concretizado em Atos 1:9 e salientado em Efésios.

 

 

 

RESUMO

 

 

A Bíblia nos mostra não apenas nos versos acima, mas em dezenas e até centenas de outros, profecias cumpridas em Cristo. Para que se cumprissem as Escrituras, Jesus nasceu sob condições sobrenaturais, na situação e localidade previstas pelos profetas, exerceu plenamente Seu ministério, enfrentou o desprezo antes mencionados, sofreu de forma cruel e morreu de forma humilhante, fazendo-se maldito por nós, porém, ressuscitou dentre os mortos e hoje, após se humilhar, recebeu um nome que está sobre todo nome. O Cordeiro Santo de Deus agora se assenta num trono de glória e intercede por nós das alturas, com Seu infinito amor e graça.

 

 

Obrigado, Jesus!

 

 

 

INTERESSANTE

 

 

A Possibilidade Matemática de Jesus Cumprir Todas as Profecias

 

As seguintes probabilidades foram calculadas por um matemático chamado Peter Stoner, mas eu fiz algumas alterações contextualizadas ao Brasil para que possamos entender melhor. Veja só:

 

Usando a moderna ciência da probabilidade em referência a oito profecias, inferimos que a chance de um único homem ter vivido antes da presente época e ter cumprido plenamente todas as oito profecias é de 1 em 1017. Isso seria 1 em 100.000.000.000.000.000. Para ajudar a compreender esta estonteante probabilidade, Ilustramos isto da seguinte forma:

 

Supondo que nós tivéssemos 1017 moedas de R$0,50 e então espalhássemos pelo território compreendido pelos estados de Minas Gerais, Espírito Santo e Rio de Janeiro, cobriríamos toda a face dos estados em uma altura de cerca de 70 cm. Agora marque uma dessas moedas e agite-a junto com toda a massa de moedas sobre todos os estado. Pegue um homem e diga que ele poderá ficar com tudo aquilo, desde que ele diga onde está a moeda marcada e nos mostre ela. Que chance ele teria de acertar na primeira? Esta é a mesma chance que os profetas tinham de escrever oito profecias e elas se cumprirem em um único homem."

 

Além desta probabilidade, Stoner calculou esta outra:

 

Considerando 48 profecias, a chance de um único homem cumprir totalmente todas as 48 profecias será de 1 em 10157, ou 1 em

100,000,000,000,000,000,000,000,000,000,000,000,000,000,000,000,000,000,000,000,000,000,000,000,000,000,000,000,000,000,000,000,000,000,000,000,000,000,000,000,000,000,000,000,000,000,000,000,000,000,000,000.

 

O número estimado de elétrons no universo está em torno de 1079. Isto é uma evidência que Jesus não cumpriu as profecias por mero acidente. A probabilidade média de acerto na Mega-Sena é de 1 em “apenas” 50.000.000.

 

Interessante, né?!

 

 

 

Eduardo Feldberg

www.eduardofeldberg.com.br

"Que se apaixonem por Jesus ao estarem com você!"