EDUARDO FELDBERG

          Um cara cristão...

Jesus, Que Amor é Esse?

Por Eduardo Feldberg - 05/01/2007

“Pra onde me irei do teu Espírito, ou para onde fugirei da tua presença? Se subir ao céu, tu ali estarás;

se fizer no Sheol a minha cama, eis que tu ali estás também. Se tomar as asas da alva, se habitar nas extremidades do mar,

até ali a tua mão me guiará e a tua destra me susterá.” Salmos 138.7-10

 

 

 

As velhas indagações ecoam há mais de 3000 anos:

 

- Como se esconder daquele que te preenche? Como fugir daquele que habita em você? Como se distanciar da pessoa que mais te ama neste mundo?

 

Davi se perguntava, não por necessidade de se afastar do Senhor, mas pelo desejo de exaltar os atributos sobrenaturais de Deus. Do seu Deus! Outrora, o mesmo Davi se “gabava” do amor recebido pelo Pai:

 

“- Puxa... Ele me ama mesmo! Como um pai se compadece dos filhos, assim Ele me ama." Salmos 103.13

 

O amor de Deus por Seus filhos é imutável. Em Seu amor não há parâmetros, regras, cobranças ou condicionais. Ele simplesmente nos ama. Não há duração, intensidade ou variação. Não há oscilação nem sombra de alteração. Ele nos ama, e Seu amor está sempre no ápice. Independentemente do nosso estado, Seu amor por nós está sempre no mais alto nível possível. Seu amor por nós não depende do nosso amor por Ele. Nem mesmo de nós ele depende. Ele simplesmente nos ama. Não há um momento em que Ele gosta de nós, outro em que nos despreza. Não há um momento em que Ele nos ama demais e outro que nos ama “de menos”. Ele é eternamente apaixonado por Seus filhos. Podemos estar num deserto espiritual, ou num profundo vale de pecados, Ele nos ama, excedendo todo entendimento, toda lógica humana. Nos ama tanto, mas tanto, que se importo conosco.

 

Ele odeia o que fazemos quando pecamos, mas odeia ainda mais o que o pecado faz conosco quando pecamos. Isso nos afasta d’Ele! E Ele não gosta de ficar longe de nós, pois somos Sua amada noiva. A menina dos Seus olhos. Ele nos quer, onde e como estivermos. Seja num lugar secreto de adoração, ou num charco de lodo, no caminho do pecado, como Davi. (Salmos 40.2) Ele fala conosco enquanto dormimos em Sua presença, como Samuel (1 Samuel 3.4) ou enquanto caímos de abismo em abismo por causa de nossas falhas, como o salmista. (Salmos 42.7) Ele olha para nós quando estamos fazendo algo bom e agradável aos Seus olhos, ou quando somos pegos no ato de uma traição, como Pedro. (Lucas 22.67) Ele nos toca, estando nós em situação elevada ou desprezada pelos homens, pois Ele não nos vê, olha nem toca como o homem. Ele faz isso como um Bom Pai que é. Como um Pai que nos ama muito. Extravagantemente.

 

Davi descobriu o segredo: O Rei não nos retribui conforme nossas iniquidades. (Salmos 103.10) Ele não nos vê simplesmente como pecadores, mas também como filhos que pode O adorar e lavar Seus pés com nossas lágrimas de quebrantamento e adoração. Não nos olho com rancor ou amargura, mas sim, movido de íntima compaixão. Vê nosso interior! Embora algumas vezes estejamos exteriormente secos, Ele pode ver uma semente em potencial de crescimento em nosso coração, e Cristo é essa semente. É a esperança existente em nós para que a Glória de Deus seja revelada em nós e através de nós. O Pai nos vê com essa esperança, por meio de Cristo.

 

Deus capturou o coração de Pedro, João, e de milhares e milhares de pessoas que, constrangidas com esse amor inexplicável, decidiram viver uma vida totalmente voltada para Ele. Que vivamos essa vida. Que sejamos irresistíveis, e “capturemos” o Senhor com nossa vida, nossos passos, atos e adoração.

 

 

“Com amor eterno te amei, e com benignidade te atraí. Te edificarei novamente e serás edificado!

Ainda serás adornada com os teus tamborins, e sairás nas danças dos que se alegram.” Jeremias 31.3, 4.

 

“Porque eu estou bem certo de que nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem as coisas do presente, nem do porvir, nem os poderes, nem a altura, nem a profundidade, nem qualquer outra criatura poderá

separar-nos do amor de Deus, que está em Cristo Jesus, nosso Senhor.” Romanos 8.38,39.

 

 

 

Eduardo Feldberg

www.eduardofeldberg.com.br

 

 

 

(Originalmente, esta mensagem me foi dada por Deus para uma pessoa que tirei num amigo secreto.)

"Que se apaixonem por Jesus ao estarem com você!"